Dicas Reforma

Quais são as normas para reformar um apartamento?

Se você está pensando em fazer uma reforma para mudar o estilo do seu apartamento, ou até mesmo uma simples obra de reparo, é preciso comunicar o seu síndico e, principalmente, seguir algumas normas. Entenda neste artigo como as obras em apartamento devem ser tratadas.

Toda obra ou reforma realizada dentro de um apartamentos precisa ser formalizada através de um documento que deve ser entregue ao síndico . Essa formalização é de responsabilidade do inquilino ou responsável legal (proprietário) do apartamento,. A NBR 16.280 é a norma a ser seguida para que a documentação de obras como, pinturas, restauração, impermeabilização, entre outras, tornem-se oficiais. 

COMUNIQUE O SÍNDICO

Antes de iniciar a obra em seu apartamento, é essencial que você converse com o síndico para compreender a legislação interna do edifício. Além disso, é ele quem poderá informar sobre os horários que a obra será permitida e te auxiliar sobre as limitações da planta hidráulica e elétrica, entendendo, também, se essa reforma prejudicará a estrutura do edifício.

CONSULTE O REGIMENTO INTERNO

Conhecimento sobre o regimento interno e a planta geral do condomínio servirá como guia para você realizar sua obra com tranquilidade e segurança, evitando maiores imprevistos no meio do processo.

RESPEITE OS HORÁRIOS 

O desrespeito aos horários permitidos para a execução de obras é um dos pontos passíveis de penalidade, já que o barulho excessivo fora dos horários estabelecidos no regimento pode causar transtornos aos demais moradores.

SAIBA ESCOLHER OS PROFISSIONAIS

Antes de efetivar a contratação, pesquise os projetos recentes realizados pelo arquiteto, engenheiro ou prestador de serviços que você tem interesse em contratar. Essa é a melhor forma para garantir serviços confiáveis e de qualidade para a obra do seu apartamento.

As normas para obras em apartamentos valem para condomínios verticais e tem como objetivo mudar aquela cultura de que somente a contratação de um bom pedreiro já evitará problemas para a estrutura do condomínio. Esse tipo de pensamento descuidado pode colocar em risco outros moradores.

Agora que você já sabe mais sobre o tema, pesquise bem e defina com responsabilidade o que fazer. Para essa e mais dicas, acompanhe o nosso conteúdo aqui no blog.