Mercado Imobiliário

Afinal, qual a importância de um corretor de imóveis?

corretor de imóveis

No dia 27 de agosto é comemorado o dia do corretor de imóveis. Uma profissão muito importante para aqueles que têm o sonho de conquistar um imóvel, pensam em se mudar ou estão à procura do novo lar.

E se você estiver se perguntando por que dia 27, nós explicamos: foi em 27 de agosto de 1962 que foi decretado a lei n°4.116, que regulariza a profissão, criando assim o Conselho Federal e os Conselhos Regionais, conhecido na profissão como CRECI’s.

Mas afinal, o que faz um corretor de imóveis?

Bom, você deve saber o óbvio: um corretor intermedia a compra, venda e aluguel de imóveis. Mas, mais do que isso, é preciso ter algumas características para exercer a profissão com maestria.

É imprescindível ser organizado, porque o corretor lida com inúmeros imóveis e clientes, além de outras burocracias relacionadas, como contratos de venda e de aluguel. É necessário se organizar para saber quais imóveis se encaixam com o cliente, e saber organizar essa lista para tê-la em mãos quando necessário. Para além disso, é preciso muito conhecimento. Sobre os tipos de imóveis e suas especificações, sobre os preços do mercado, conhecimento para entender o que ele pode oferecer de melhor para você, quais opções se encaixam no seu desejo e o que de fato você precisa – porque nem sempre as duas coisas batem, e é papel do corretor te oferecer a melhor solução para isso.

Outra característica importante é a empatia! Sim, é preciso ser bem empático, porque o corretor vai lidar com pessoas que procuram algo grande- e não estamos falando de metro quadrado, mas sim de sonhos bem grandes! Afinal, o corretor lida com pessoas e seus sonhos- o sonho de uma casa própria, o sonho de morar sozinho, o sonho de construir ou aumentar a família e o lar. E, para isso, o corretor precisa entender esse sonho e sonhar junto! Sim, porque para poder entregar um lar para as pessoas, é preciso compreender o que elas querem e precisam. 

Para além disso, é preciso sabedoria e agilidade para mostrar opções compatíveis com aquilo que o cliente deseja, saber encontrar alternativas e contornar problemas quando os mesmos surgem. É preciso também construir um laço de confiança, porque as pessoas depositam no corretor a fé de que ele vai encontrar o lugar certo para reunir família e amigos.

Por fim, uma necessidade que o corretor tem que cumprir é ser bom em buscar soluções – rápidas e eficientes. Como falamos, o corretor está lidando com sonhos grandes, portanto, suas soluções devem ser tão grandiosas quanto. 

Agora que você conhece um pouco mais das características dessa profissão, se prepare para o próximo artigo. Vamos conversar um pouquinho mais sobre o trabalho de corretagem que acontece aqui na Madia. Afinal, não existe imobiliária sem bons corretores!

Fique ligado nas nossas redes sociais para ver os próximos posts aqui no blog.