Mercado Imobiliário

Redução de juros: é hora de financiar seu imóvel

Recentemente a Caixa baixou o juro mínimo para financiamento de imóveis. O valor foi de 6,75% para 6,25%. Vamos ver como essa diferença faz diferença efetivamente?

No caso de alguém que deseja financiar um imóvel de R$ 500 mil, dando 20% do valor do mesmo como entrada, a primeira prestação cairia de R$3.400 para R$3.200. Já é uma diferença considerável certo? Agora, no longo prazo a diferença é maior ainda, resultando em uma economia de R$ 29 mil em pagamento de juros, comparando com a taxa antiga. 

Também se tornou mais acessível financiar imóveis com a nova taxa. Enquanto antes era necessário ter uma renda familiar de R$ 11,3 mil – para financiar um imóvel do mesmo preço do exemplo acima (R$ 500 mil) – agora é possível financiá-lo com renda familiar de R$ 10,8 mil. 

A taxa de juros baixa é um indicador primordial de que o consumidor deve pensar no financiamento como opção ao pensar em adquirir uma residência. Mas também é importante comparar o Custo Efetivo Total (CET) do financiamento entre os bancos. Isso porque pode ser que o banco até oifereça uma taxa de juros menor, mas que no final das contas – considerando coisas como ‘preço do seguro’ e outras despesas – pode gerar um crédito que sai mais caro. 

Analisando as oportunidades é possível concluir que é um bom momento para investir em um imóvel. Qual é o seu interesse? Quer saber mais sobre as opções em Valinhos e região? Venha pesquisar imóveis na Madia, e confira as melhores opções que encaixam no seu planejamento!