Mercado Imobiliário

Investir em construções com baixo impacto ambiental, é possível?

Hoje já é considerado fato que a construção civil, é responsável por 75% do consumo dos recursos naturais do nosso planeta, neste post falaremos um pouco sobre materiais que diminuam esse impacto ambiental, desde a fabricação até a aplicação em sua obra.

É necessário analisar cada situação e local respeitando as condições climáticas, por exemplo.

De início podemos citar, o uso eficiente dos materiais e processos, evitando o desperdício, a boa utilização dos espaços e materiais de produção regional.

Seguem alguns exemplos materiais que ajudam a diminuir o impacto ambiental:

COB – Parede moldada no local com o empilhamento manual de pequenos volumes de terra.

Tijolo de Solo Cimento – Os tijolos ecológicos vem da técnica de taipa de pilão, já que também leva o solo como componente principal e permitem a modelagem.

Madeira Certificada – é importante buscar por materiais que tenham os selos de certificação que garantem que a madeira seja derivada de áreas de manejo florestal e reflorestamento.

Madeira de Demolição – A madeira reciclada, ou madeira de demolição, além de poder ser bem reaproveitada, está em alta no momento, já até existem diversas empresas especializadas em reaproveitar madeiras de demolição. É uma forma de dar um novo uso para antigos componentes.

CASCAJE – É considerada uma laje mais leve e de menor custo, pré-fabricada em moldes de madeira ou chapa metálica, o formado diferenciado agrega resistência com uma mínima espessura.

As técnicas existentes são muitas, o importante é sempre pensar na escolha destes materiais, e optar por tecnologias regionais, pois de nada adianta importar produtos ditos sustentáveis se estes vão demandar um transporte poluente. Aproveite para ajudar no desenvolvimento econômico e social da sua região.