Mercado Imobiliário

Fiador profissional é seguro?

Algumas pessoas têm dificuldade em conseguir um fiador para fechar o contrato de aluguel, então esses futuros inquilinos têm recorrido a uma pratica cada vez mais comum: o fiador de aluguel.

Este “fiador profissional” se oferece para fornecer as garantias exigidas para que o negócio seja fechado.

Mas é preciso ficar de olho, pois essa pratica pode trazer problemas para o inquilino e também para o locatário do imóvel.

Pois segundo a lei do inquilino, o proprietário do imóvel tem o direito de exigir uma garantia nas locações, como fiador, seguro fiança, caução, etc.

Mas existem fiadores que cobram para serem fiadores. Na realidade chegam a praticar estelionato. Compram um imóvel e fazem o registro em seu nome.

Montam o kit necessário de documentos e anunciam seus serviços, logo cobram os inquilinos valores para serem seus “fiadores” arrecadando assim uma quantia considerável.

Por estarem praticando um crime, rapidamente vendem o imóvel que era apresentado como garantia da locação, e desaparecem.

O inquilino perde porque fica sem fiador e precisa apresentar outra garantia. No fim perde o dinheiro que deu ao estelionatário.

 

Para evitar esses falsos fiadores, vão algumas dicas:

  • Antes de contratar ou aceitar o fiador, faça uma pesquisa de deu CPF em órgãos de proteção ao credito como SPC, Serasa.
  • Exija sempre os originais dos documentos fornecidos pelo possível fiador, para evitar copias com autenticação falsa.
  • A utilização de uma administradora de imóveis como intermediaria no negócio, pode ser uma garantia de recebimento do dinheiro a mais no caso de problemas futuros com o inquilino.