Mercado Imobiliário

É possível comprar um imóvel não-quitado?

 Ao comprar um imóvel para morar, o objetivo é que seja por muito tempo. Por isso as pessoas acabam financiando o imóvel, com longos prazos, não tendo muito sentido vendê-lo antes do término desse pagamento. Mas, nem sempre é assim, podendo sim haver a necessidade de vender o imóvel recém-adquirido.

Mas, a questão é consigo comprar uma “casa” que não esteja com o financiamento pago?

Sim! Porém precisamos entender que para um imóvel ser vendido, é necessário que ele esteja quitado.

Existem duas maneiras:

  • A primeira é comprar o imóvel, quitando o saldo do devedor, obtendo assim a sua liberação.
  • Já a segunda opção é com o comprador financiando. Neste segundo caso, uma parte do valor que o banco financiou para o comprador será usada para quitar o débito que o devedor tinha com o financiamento e a outra parte vai para o vendedor.

Ou seja, um financiamento paga o outro.

Então, você pode comprar sim uma “casa” que não foi quitada ainda. E isto só é possível mediante a quitação, que pode ser feita com outro financiamento, que o comprador poderá obter nos bancos, ou com recursos próprios, tanto do comprador, como do vendedor.

No caso de quitação, qual é o cálculo?

Imagine que seu financiamento ainda tenha 150 prestações de R$ 1.000,00 cada. Logo, se multiplicarmos o número de parcelas pelo valor de cada uma, chegaremos a R$ 150.000,00. Mas este é o valor que você pagaria se mantiver o sistema de pagamento de parcelas mês a mês. No caso de quitação, não é este o cálculo que precisa ser feito e sim o do saldo devedor.

Saldo devedor é o valor que de fato você deve para a Instituição Financeira, em que você fez o financiamento. Imagine que você financie R$ 100.000,00. Esta é o seu saldo devedor. Supondo que a primeira prestação seja no valor de R$ 1.200,00. Parte deste valor a Instituição usa para pagar os juros e outros encargos que já estão embutidos no valor. Então vamos considerar, por exemplo, que R$ 600,00 vão para pagar juros e outros R$ 600,00 para amortizar a dívida.

Logo após o pagamento desta primeira prestação, o seu saldo devedor passa a ser (R$ 100.000,00 – R$ 600,00 = R$ 99.400,00) mais a correção monetária. Este processo continuará e a cada prestação paga ele tende a baixar um pouco mais. Quando você for quitar o financiamento é este valor que você irá pagar e não a soma das prestações que seria o valor futuro.