Mercado Imobiliário

Como utilizar quadros na decoração da casa

Exibindo capa.jpg

Ao pensar em decorar uma casa ou apartamento, uma da primeiras opções a surgir sempre são os quadros na parede – sejam eles pinturas, desenhos, grafismos ou fotos. Porém, ao optar por utilizá-los é necessário tomar alguns cuidados.

Uma escolha equivocada do tipo de quadro, de desenho ou até mesmo de moldura pode quebrar a harmonia. Para fazer bom uso destes elementos é preciso observar alguns itens como altura, proporção, tipos, tamanho de parede, entre outros.

Criar um equilíbrio entre as obras – seja através de cores, tamanhos ou estilos – ajuda a evitar problemas. Existem composições já prontas a venda, porém montar uma composição dá um toque mais pessoal ao ambiente. Caso opte pela segunda opção, é importante ter calma e paciência, pois quanto mais peças escolhidas, mais trabalho para chegar a um denominador comum.

Via de regra, os quadros devem ficar a uma altura de 1,60m medidos do centro da peça até o chão. Essa altura é a recomendada pois permite que tanto pessoas baixas como pessoas altas visualizem bem o que está exposto.

Quando fixados sobre camas ou sofás, a recomendação é pendurá-los de 25cm a 30cm acima destes. Composições como estas pedem quadros maiores ou que ocupem um espaço considerável.

Para evitar problemas com a proporção, basta seguir uma regra simples: use quadros grandes em paredes grandes e quadros pequenos em paredes pequenas. O cuidado deve ser redobrado em ambientes pequenos, pois nestes locais é muito fácil errar por excesso de informação.

Tente montar a composição desejada no chão antes de furar a parede. Assim é possível evitar furos desnecessários caso não goste do resultado e decida mudar a ordem ou até mesmo os quadros escolhidos.

A escolha das molduras é mais livre e sem muito critério. Elas devem ser escolhidas de acordo com o gosto. O importante é que fiquem em segundo plano, dando o devido destaque ao quadro.”