Mercado Imobiliário

Como funcionam os Fundos Imobiliários?

Quer investir no mercado imobiliário, mas não tem dinheiro para comprar uma casa, um apartamento ou uma sala comercial? Não desanime! Isto ainda é possível. Basta investir nos fundos imobiliários.

Criados em junho de 1993 pela Lei 8.668 e regulamentados pela Comissão de Valores Mobiliários, os fundos de investimento imobiliário funcionam como “condomínios fechados”, cujos “apartamentos” – chamados de cotas pelo mercado – são comprados pelos investidores.
Cada fundo é obrigado a ter um gestor que o administre. Os recursos investidos pelos cotistas são aplicados em empreendimentos que vão de condomínios de apartamentos até shopping centers, edifícios comerciais e galpões logísticos. Também é permitido a estes fundos adquirir títulos relacionados a empreendimentos do setor, como Letras de Crédito Imobiliário ou Certificados de Recebíveis Imobiliários.
O titular da cota não pode exercer qualquer direito real sobre os imóveis e empreendimentos que pertencem ao patrimônio do fundo. Porém também não responde pessoalmente por qualquer obrigação legal ou contratual do administrador relativa a estas propriedades imobiliárias.
Como o investimento é feito por meio de ordens na Bolsa de Valores, assim como as ações, é preciso ter conta em uma corretora de valores para conseguir aplicar neste mercado.