Mercado Imobiliário

Dicas de arquitetura para aumentar a produtividade no escritório

Alguns detalhes que por vezes passam despercebidos podem ajudar a melhorar o rendimento de todos no escritório. Confira alguns pontos que podem fazer a diferença a esse respeito.

Fique atento as cores

Apesar de darem uma injeção de energia, as cores vivas devem ser evitadas ao pintar as paredes do local de trabalho. O vermelho, por exemplo, apesar de ter este benefício, não é recomendado por estar associado a um comportamento mais agressivo e diminuir o desempenho analítico.

Por outro lado, cores mais serenas como tons mais claros de azul, amarelo e especialmente o verde estimulam a criação. Um dos motivos para isso é que, por serem menos estimulantes que cores saturadas como o laranja, elas distraem menos as pessoas. O verde também ajuda a relaxar por ser associado a natureza.

Procure equilibrar a iluminação

Acertar no equilíbrio da iluminação pode ser crucial para manter o humor ideal no escritório. Um local muito claro pode deixar as pessoas ansiosas, já um ambiente demasiado escuro estimula o sono nos funcionários.

O ideal é que a iluminação do ambiente de trabalho seja natural, pois ela melhora o humor, ajuda a dormir melhor e torna todos mais produtivos. Caso isso não seja possível, o recomendado é que a luminosidade artificial corresponda a do nascer do sol em um dia limpo.

No caso da iluminação artificial, o calor e a cor das lâmpadas também contam. Em locais onde a concentração e o pensamento analítico são necessários, o indicado é uma luz mais azulada. Já se o foco for a colaboração e a criatividade, a recomendação é o uso de lâmpadas mais quentes.

Fuja dos locais apertados

Apesar de não existir uma regra perfeita, o espaço pode atrapalhar ou incentivar o desempenho dentro de uma empresa. Um exemplo: escritórios apertados e de plano aberto são uma maneira barata de colocar mais pessoas em menos espaço, porém podem sabotar a circulação de ideias.

A altura do teto também tem impacto nos processos mentais das pessoas. Uma pesquisa descobriu que quanto maior esta altura, maior é a tendência a pensamentos criativos. Enquanto isso, tetos mais baixos ajudam as pessoas na execução de tarefas mais práticas.”